0
                

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Infinite Menus, Copyright 2006, OpenCube Inc. All Rights Reserved.
Categorias
16 de Dezembro
  Biblioteca Municipal de Ponte de Lima promove cinema especial de Natal
04 de Dezembro a 23 de Dezembro
  Município de Ponte de Lima promove Feira do Livro Limiano
18 de Dezembro a 21 de Dezembro
  Oficina Criativa de Natal leva histórias, ateliers e cinema infantil aos mais novos
19 de Janeiro a 27 de Dezembro
  Biblioteca Municipal dinamiza sessões de cinema em língua portuguesa
06 de Novembro a 31 de Dezembro
  Exposição e palestra assinalam 500 anos da Reforma Protestante
Todos os Eventos






Sarrabulho de Ponte de Lima: a gastronomia da tradição
10 de Fevereiro de 2011
Sarrabulho de Ponte de Lima: a gastronomia da tradição
Sarrabulho de Ponte de Lima: a gastronomia da tradição

BRITO, Nuno Vieira e; VALE, Ana Paula - Sarrabulho de Ponte de Lima: a gastronomia da tradição. Ponte de Lima: Município de Ponte de Lima [etc.], 2011. 136 p. ISBN: 978-9728846-35-0.

 

 

Preço: € 15,00 (inclui o valor da taxa de IVA legal em vigor)
Como encomendar: contacte-nos através do e-mail: arquivo@cm-pontedelima.pt.

 

 

Nota Introdutória:

Será difícil, senão mesmo impossível, conseguir associar a curiosidade académica e o percurso científico à motivação e gosto, mesmo, ao prazer pessoal. Descobrimos, felizmente agora, esse momento...

De uma iniciativa académica abordada em plano curricular, a proposta de qualificação do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima percorre todo um percurso cívico que o Ensino Politécnico valoriza e promove junto da comunidade.

Ponte de Lima tem uma afinidade única com o Sarrabulho. Nasce-se em Ponte de Lima com o Sarrabulho; chega-se a Ponte de Lima e aprende-se Sarrabulho; namora-se em Ponte de Lima com o Sarrabulho; visita-se Ponte de Lima, também, pelo Sarrabulho.

O Sarrabulho é uma festa, a festa gastronómica de Ponte de Lima. Festa bem retratada por renomados e intemporais escritores, festa partilhada por toda uma população da Ribeira Lima, que respeita e conserva "velhos costumes e tradições": a matança do porco, os enchidos, o convívio prandial, o "tinto", a festa, sempre a festa...

Este é um primeiro contributo consolidado numa recolha de testemunhos orais e escritos e num trabalho de pesquisa que tem como objetivo a qualificação do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima. Descobrir a receita ancestral, analisar processos de confeção e inovação, descrever o "estado da arte", permite, nesta fase inicial, valorizar o produto e promover a sua autenticidade e genuinidade.

Esta autenticidade e genuinidade são partilhadas e pretendidas por todos os protagonistas do Sarrabulho. Pelos consumidores, na descoberta da qualidade e da tradição; pela restauração, com o seu contributo particular na confeção e no cumprimento dos regulamentos relativos a questões de segurança alimentar; pela Confraria, preocupada com a manutenção da tradição e do "Bem-fazer"; pela Autarquia, que conserva tão importante legado.

É relevante valorizar o papel da Autarquia e particularmente o entusiasmo quer do seu anterior Presidente, Daniel Campelo quer do atual Presidente, Victor Mendes, na concretização desta Obra. De um projeto inicial, divulgação do Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima junto dos visitantes, o estímulo em mais encontrar, mais revelar e mais promover, persistiu em toda esta pesquisa.

A procura minuciosa de fontes, a recolha de informação dispersa, entrevistas e, finalmente, a descrição de todo o processo de fabrico do Sarrabulho (da matança à confeção) foi da responsabilidade da Eduarda Oliveira e da Gabriela Candeias, que incorporam, com perfeição, a “Alma da Mulher Minhota”.

A participação do Grupo Etnográfico e Folclórico de Refoios centrou-se numa bela encenação da matança, inspirada no mundo rural dos anos quarenta. Símbolo de uma ruralidade, que atualmente retrata usos e costumes, e a necessitar de encontrar novos rumos e dinâmicas, um verdadeiro compromisso entre eficiência, modernidade e tradição. A alegria de todos os participantes do Grupo testemunha-se nos cantares e dançares, na “festa da matança”, no preparar dos enchidos, na confeção e, enfim, no repasto, verdadeira confraternização que o Sarrabulho preside.

A contribuição de distintas individualidades locais e nacionais muito valorizou este trabalho e, estamos certos que em cada um destes autores, de diferentes percursos, interesses pessoais e profissionais, surgiu, com toda a certeza, mais um “Embaixador do Sarrabulho”.

Finalmente, o excecional trabalho de coordenação editorial do Ovídio de Sousa Vieira, o génio fotográfico do Amândio de Sousa Vieira e a ousadia artística da Ângela Calheiros, deram forma a esta Obra que enaltecerá uma das tradições gastronómicas mais importantes da Ribeira Lima: o Sarrabulho à Moda de Ponte de Lima.

Terminemos com Theodore Zeldin: A Gastronomia é a Arte de utilizar a Alimentação para criar a Boa Disposição.

 

Nuno Vieira e Brito / Ana Paula Vale
Professores da Escola Superior Agrária de Ponte de Lima

Palavras chaves
voltar
Imprimir Imprimir Enviar Enviar Partilhar
topo


Categorias

Categorias




Copyright © 2012-2013. Município de Ponte de Lima. Todos os direitos reservados. : Política de Privacidade e Segurança . Ficha Técnica :